Edith

Edith

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Era uma noite de carnaval, fria e silenciosa, em pleno verão curitibano. Depois de encontros, papos e muitos goles para aquecer o corpo, fui parar em uma grande e calorosa casa, cheia de música e de personalidades incríveis. Muitos compositores, poetas, atores, bailarinos, sorrisos, taças e muitos, mas muitos instrumentos por todos os lados. Entre tantos amigos que lá conheci e aqui na musicoteca estão, nesta mesma noite me encantei por essa figura que estava alí com o seu mundo, muito particular. Edith foi o meu ponto de atenção naquela noite. Um momento único de acalanto e síntese daquela noite memorável.

Muitos meses depois, Edith me envio o seu terceiro álbum, o encantador “Sing Song”, o qual se perdeu em tantas dezenas de discos. Mas a nossa conexão não se perdeu e dias atrás ela veio parar aqui no CaFofo da musicoteca para uma tarde sublime de contemplação ao sol e uma conversa brilhante sobre arte, amores e nossos lugares.

“Sing Song” ficou em mim desde então. Em busca de um lugar de onde não viemos e para onde não iremos ficar, nos colidimos nas voltas do eterno caminho, onde por escolhas resolvemos estar, no caminho. Edith é suíça, mas vive no Brasil há mais de 15 anos descobrindo nossa arte e fazendo sua música. Cantora e compositora, de um jeito tímido e sereno, esconde um turbilhão de sentimentos prontos para se transformarem em fortes e sensíveis obras para trilhas de cinema, teatro e dança, onde vive seu campo de prestígio e coleciona suas merecidas prêmiações. Sem contar que é uma das integrantes do aclamado grupo “Wandula”. Seu entendimento com o “eu” imprime muito bem o dom de nos levar ao seu universo lírico sem nos desviar para outras referências. Ouço o seu disco e é como se eu já conhecesse toda a paisagem, porém, escolhesse seguir olhando fixamente para o horizonte.

Estou aprendendo a abrir os ouvidos e ser mais sensível com a força das canções que parecem soar leves e delicadas, mas escondem em sí uma grande explosão de sentimentos que veem a tona quando os descobrimos pelo caminho de uma audição mais sensitiva e aberta. É como se descobríssemos a força no erudito e a fragilidade no rock, e o nosso corpo expressando exatamente essas impressões. Estou encantado por Edith, sua música, sua voz, e  o seu olhar para o sol traçando mais um caminho sem sobrenomes, que não a arte.

Saiba mais:
Site da Edith
Facebook da Edith
Youtube da Edith

Sing Song – 2013
Sing Song - 2013
1. Risibles amours
2. Monotone bells
3. Daydreams
4. Parle doucement
5. Sur une pluie peut-être
6. Other these days
7. Comme un rendez-vous
8. Deep blue
9. Palais-Royal (Chanson pour Jean)
10. Parabole
11. Le nom de l’autre
12. Une petite heure
13. September moon
14. Whisper me
15. The heart / Part one: Life

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: Edith - Sing Song - 2013
Adicionado: 07/02/2014
Baixado: 2037 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.

Serenô

Sereno

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Nada como entrar em mais um ano de boa música serenando bons sons. Um agradável banho de legitimidade para carregar nossas almas com boas vibrações e beleza através de um excelente compilado de arte representadas na cadência da garoa do samba e da poesia de arrojados talentos curitibanos. Serenô abre os trabalhos de 2014 limpando nossos ares para visionarmos um horizonte leve, cadenciado e cuidadoso com a nossa poética arte transmitida em forma de música.

Depois de aparecerem por aqui em 2011 com o seu primeiro EP, Serenô volta a cair lindamente sobre nossas ondas sonoras. Desta vez com uma grande obra, confirmando tudo o que já sentimos no primeiro trabalho e também em sua forte conquista através de suas apresentações que decorrem de seus elogiados shows até então. Com mais de sete anos conectando a música orgânica com a alma das pessoas que prezam pela beleza das raízes que despertam o nosso ziriguidum libertário, o grupo consolida seu registro de pesquisa ainda mais aprofundado sobre as melodias que despertam suas composições para o mundo de hoje.

Seu compromisso com a entrega do disco permeia todo o processo de construção e criação, tanto do lado musical quanto na concepção artística impressa na arte gráfica, fotografias, interação nas gravações dentro do estúdio e também as generosas e brilhantes participações especiais que confirmam seu prestígio na seleta consideração de qualidade e respeito na atual produção cultural brasileira. É tudo Serenô. Tudo e todos!

Com composições próprias e contribuições ricas de parcerias cultivadas ao longo de suas apresentações, Serenô disfarça elegantemente o seu requintado trabalho com nobres participações de Kiko Dinucci, Érico Viensci, Renato Muller, Estrela Ruiz Leminsk, Leo Fé, Evandro Cardoso, Zelito Ramos e outros tantos apostadores da arte perene.

O encontro dos rítmos brasileiros nos convida para um grande baile afro-brasileiro pra lá de moderno. Um paradoxo consciente entre o novo e a tradição colocados no mesmo lugar. Serenô é um som para encontros. Encontros de tempos, de vidas, de energias e de sí mesmo com sua tradição nascente e muitas vezes esquecida dentro do nosso balanço que despertará fluido ou mesmo torto, mas que está alí, dentro de você. E Serenô evocará. Grupo polivalente do sereno do samba boêmio e da poesia das araucárias. Um intercâmbio inteligente, livre e autêntico.

Serenô é Roseane Santos (vocal e percussão), Du Gomide (violão 7 cordas e voz), Manchinha (gaita ponto e voz), Gustavo Proença (percussão, trompete e voz) e Denis Mariano (percuteria).

Salve Serenô!

Saiba mais:
Facebook da Serenô

Serenô – 2014
Sereno - 2014
1. Aguerê
2. Banho d’Água
3. Esses Bandidos
4. Chuva de Mar
5. Deserto de Algodão
6. Wenceslau e Algodão
7. Atrás do Mar
8. Quem Disse?
9. Flecha de Oxóssi
10. Giro de Peão
11. Um Tempo a Mais
12. Saudação ao Sereno

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: Serenô - Serenô - 2014
Adicionado: 28/01/2014
Baixado: 2540 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.

Aláfia

Alafia

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

2013 foi mesmo um ano de boas surpresas. Confesso que a musicoteca não deu conta de tantas e boas novidades que pintaram nesse ultimo ano de música. Uma das grandes surpresas foi o primoroso disco do coletivo de qualidades composto por uma relevante soma musical chamada Aláfia.

Não bastasse a impecável originalidade sonora e o resgate dos sons vibrantes que nascem do corpo além da voz, Aláfia é um registro considerável para marcar a qualidade de nossos contemporâneos. Sempre fui um grande entusiasta deste disco antes mesmo dele tornar-se um lindo objeto de arte, uma cobrador chato de uma gestação saudável e que nasceu cheio de vida no ano passado. Demorou um pouco para a obra ser liberada para download público e recebi essa notícia do meu amigo e grande produtor musical Pipo Pegoraro, fiquei com a esperança de que ainda mais pessoas possam brilhar seus olhos ao escutá-la.

O compromisso genuíno da preservação dos sons e das melodias evocadas a partir das raízes instintivas nos conecta não somente com a alma, mas intuitivamente com o corpo e a energia que o seu “suingue” é capaz de emanar. É um disco de 2013, mas também pode ser de 2222, não por seu estilo marcante que inspira o atual cenário musical, e sim como sincroniza o tradicional e a energia contemporânea de suas composições e também das pessoas deste tempo. Uma musicalidade atemporal, como já disse a talentosa e sensível Serena Assumpção.

Não acho de bom tom detalhar uma gama de tão maravilhosos artistas em um grupo quando ainda há muito para se descobrir sobre cada um deles. Particulares e gênios, cada corpo do Aláfia nos traz um universo de somatórias inspirações de talentos únicos que nos proporciona um encontro fervoroso de energia aproveitável. Vale muito a pena entrar no site do grupo e pesquisar sobre cada uma dessas estrelas e seu mundo criativo que compõe honrosamente cada um desses lugares.

Aláfia é Jairo Pereira (voz), Eduardo Brechó (voz e guitarra), Xênia França (voz),
Lucas Cirillo (gaita), Filipe Gomes (bateria), Alysson Bruno (percussão), Gabriel Catanzaro (baixo), Pipo Pegoraro (guitarra), Gil Duarte (trombone) e Fernando TRZ (teclados).

Aláfia para ontem, para hoje e para sempre.

Saiba mais:
Site do Aláfia (baixe, compre e conheça)
Facebook do Aláfia
SoundCloud do Aláfia

Aláfia – 2013
Aláfia
1. Mulher da Costa
2. Ela é favela
3. Homem que virou música
4. Kwa Lé Ki pá
5. Mais tarde
6. Em punga
7. Dono da minha cabeça
8. Pura
9. Chicabum
10. Dara Dara
11. Pera lá

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: Aláfia - Aláfia - 2013
Adicionado: 23/01/2014
Baixado: 1573 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.

Soulvenir

Soulvenir

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Depois de mais de um mês de férias dando um tempo das boas novas, o período de descanso deu espaço para um retorno profundo aos clássicos da nossa música, um respiro para aqueles que amam experimentar as novidades musicais em grande parte do ano. E aqui estamos, de volta com as novidades de mais um ano de musicoteca.

Para começar, nada melhor que uma fuga necessária do universo das composições concebidas em nosso poético e arrojado português. Neste ano, a musicoteca vai além do formato tradicional da construção musical da geração contemporânea. Estamos em busca de boas intenções e mutações mais universais e arriscadas. Saindo deste campo terrestre, fomos capturados pela musica espacial dos maranhenses da Soulvenir.

Formada em 2010, a banda parece nos transportar para um espaço com referências de grandes clássicos numa brisa isolada, numa apropriação descolada que nos mostra um panorama das influências e seu reflexo em uma geração que segue unindo inspirações com aspirações promissoras. A relevância da música fica por conta da entrega inquestionável da qualidade sonora que cumpre com a passagem para uma viagem, de fato, para além da camada terrena. Com composições próprias, o quinteto aposta no universal idioma inglês e em suas guitarras que explodem em choques de rock com eletrônico e uma bateria bipolar, uma variante recorrente entre melancólica e raiva. As influências são muitas, pois Soulvenir parte de uma camada mais universal. E como já falei por aqui, a comparação se torna desnecessária quando a intenção é cumprida com qualidade e abre margens para uma evolução visionária e ilimitada do que pode vir daqui pra frente. O disco “Galaxy Species” é um foguete que nos lança ao devastador espaço das possibilidades que temos e do infinito que podemos criar quando viajamos com a música.

Soulvenir é Adnon Soares (vocal, guitarra, violão e teclado), Domingos Thiago (guitarra e backing vocal), Marlon Silva (baixo e backing vocal), Wilson Moreira (bateria) e Sandoval Filho (teclados).

Saiba mais:
Página da Soulvenir no facebook
SoundCloud da Soulvenir
tweeter da @SoulvenirBR

GalaxySpecies – 2014
GalaxySpecies
1. Breaking The Silence
2. Pixel
3. Behind The Sky
4. Reach Out The Sun
5. Timeless
6. Enigma
7. When The Death’s Calling Out
8. Regretting My Religion
9. Strange Of Mine
10. The Truth About Love
11. Selflove
12. It Has No End

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: Soulvenir - GalaxySpecies - 2014
Adicionado: 21/01/2014
Baixado: 2314 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.