UDI Fagundes

Udi-Fagundes-musicoteca

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Do bairro da Restinga, periferia de Porto Alegre, Udi Fagundes começou a compor suas primeiras canções e elaborou sua identidade inicial com as primeiras bandas de garagem. Com referências das latinidades e das multiplicidades dos trópicos brasileiros, UDI ganhou unidade sonora e estética circulando pelo Brasil e também fora dele, além da sua música, sua locomoção geográfica fez diferença em seu primeiro álbum inteiramente solo que lançamos hoje na musicoteca, o Cabeça de GPS.

Desde 2011 assumindo a guitarra do Gabriel O Pensador, sua conexão musical ganhou interferências populares que fluiriam harmonicamente com sua elaboração poética para um novo pensar sobre como fazer boa música para além dos tempos ou de uma geração.

Conheci o trabalho desse excelente artista em uma das minhas viagens para São Paulo, quando num belo final de semana aceitei o convite da artista e articuladora cultural Guaíra Maia para pousar em seu lar durante belos e produtivos dias de arte e boas discussões sobre os caminhos dos novos. Durante esses dias as visitas eram realmente celebrantes na casa de Guaíra, onde também passava alguns dias o outro sensível artista, Jamelão Neto, que me apresentou o trabalho do UDI, o qual ele também participa do disco na canção Jogo Importado. Foram horas de pesquisas na internet, audições, e muda caixa de som, cabos, celulares, aquela patifaria toda de viciados em boa música (risos).

Em minhas particularidades sinto a música de UDI uma verdadeira conversa com os ritmos, a linguagem e como podemos andar com elas neste novo mundo de referências mil, e suas deformações para as desenquadrar os estigmas, assim como seus criadores. E salve essa filosofia!

Não falo de música para emplacar hits, falo de música que emplaca na arte, na originalidade de falar a verdade sobre o que somos em meio ao produto que os sentimentos viraram ao uso abusivo das regras e das leis do imediatismo sem estruturas firmes, sem suas histórias e suas origens.

Confesso ainda estar nesse processo de descoberta sobre UDI e constantemente sobre a nossa música e quem a propõe para além das mídias e plataformas, a música híbrida e orgânica que sobrevive à formulas e prateleiras… Desmistificando as cabeças de GPS.

Se a ordem é se orientar, que tal sair das direções obvias e se deixar guiar por uma nova cabeça e um novo coração?

Ficha técnica do Cabeça de GPS:
Músicos:
Guitarra / voz / violão: UDI Fagundes
Guitarra: Gunter Fetter
Bateria: Marcio Pexe
Baixo: Diego Xina

Produção Musical: UDI Fagundes
Gravado: Estúdio Multifoco por Bruno Amorim e Yure
Masterização: Andy Bartow no Black Dog Mastering Studio (EUA)
Mixagem: Gunter Fetter
Projeto Gráfico: Daniel Gnattali
Concepção de Arte: Verônica Carvalho e UDI
Fotografia: Verônica Carvalho e Nilce Braga

Artistas Convidados:
Esdras Bedai: surdo, tamborim, pandeiro e cuíca em “Jogo Importado”
Jamelão Neto: voz em Jogo Importado
Tamara Janson: baixo em “Passagem” e “Tamborim”
Berg: trombone em “Jogo Importado”
Augusto Bapt: voz em “Antropoema”
Lica Tito: voz em “Cabeça de GPS”
Rubens Dario: rap em “Máquina”
Flavia Belchior: cuíca em “Tamborim”
Sara Zlanabitning: voz e flauta em “Intentions”
Julian Stemmler: Violino em “Tamborim”

Saiba mais:
Site do UDI Fagundes
Facebook do UDI Fagundes
YouTube do UDI Fagundes
SoundCloud do UDI Fagundes
Instagram do @UDIFagundes

Cabeça de GPS – 2014
Cabeca-GPS-UDI-Fagundes
1. Máquina (UDI)
2. Tamborim (UDI e Tâmara Terra)
3. Deixa O Bicho (Nei Lisboa)
4. Antropoema (Augusto Bapt)
5. Jogo Importado (UDI)
6. Mundo (UDI)
7. Passagem (UDI e Elen Dambros)
8. Intentions (Sara Zlanabinig)
9. Zé Povo (Ludi Oliveira [Produção Nacional])
10. Cabeça de GPS (UDI)

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: UDI Fagundes - Cabeça de GPS - 2014
Adicionado: 02/12/2014
Baixado: 2631 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.

Fred Teixeira

Fred-Teixeira-musicoteca

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Depois de produzir boa parte das obras lançadas aqui mesmo na musicoteca, o artista que é compositor, músico e multiprodutor musical de artistas como Música de Ruiz, Du Gomide, Juliana Cortes e também do recém-lançado Estrelinski e/os Paulera, e integrante do conceitual Universo Em Verso Livre, ele nos apresenta o seu primeiro álbum Zero.

São dez músicas intercaladas entre equilibradas referências de dub, rock, afro e pop, sem perder a cadência na diversificada viagem musical que traz em sua bagagem, ótimas considerações além da bela poética, que divide seu peso com a qualidade na entrega fina de um disco claro. Do lado de suas inspirações, sua busca intercala os universos de grandes mestres e amigos da arte como Tom Zé, André Abujamra, Maria Tereza, Lydio Roberto, Sérgio Santos, e também entre outros amigos e paranaenses.

Depois de anos produzindo e promovendo intercâmbios entre artistas, ritmos e suas referencias, nada mais propício que retribuir com arte essa tamanha diversidade catalogada em suas ideias. Sem contar a super banda que leva esse show para uma multiplicação de sensações, são eles: o baterista Dênis Mariano, o baixista André Kloss e os guitarristas Du Gomide e Luís Piazzetta, time de respeito no viés das referências pelo sul do Brasil (e além).

Sem monogamia musical, Zero parte para a liberdade sem censura de flertes com ritmos e idiomas, do urbano e do rural (que encontrei escondido) que transformam os sons em uma grande história. Algo que começa do final e termina no início de algo que começa a nos ser contado. Auto-biográfico? Não sei! Mas a verdadeira intenção, talvez, seja configurar episódios conexos em faixas que nos levam para diferentes climas e lugares.

Confirmando tudo que ouço e conheço sobre Fred Teixeira, declaro que não é nada do que me falaram. Sua figura artística, delicada e de certeira aplicações somáticas na arte é muito maior que minhas impressões antes de conhece-lo pessoalmente e conversarmos sobre seus trabalhos e a nossa música.

Mais um dedicado e importante símbolo de integração e multiplicidade para nossa arte.
Experimente conhecer todas as suas multiplicidades. Eu recomendo.

Saiba mais:
Facebook do Fred Teixeira
Fred Teixeira na Gramofone

Zero – 2014
Zero-musicoteca
1. Babaloo
2. Fere Os Ouvidos
3. Waiting and Falling
4. Mar Interior
5. Manina Jesus
6. Nhundiaquara
7. Salamandra
8. Nagô
9. Vida Solta
10. You Cant’t It

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: Fred Teixeira - Zero - 2014
Adicionado: 24/11/2014
Baixado: 3173 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.

Mostra Cantautores: Coletâneas 1, 2 e 3.

Cantautores-musicoteca

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Em seu novo ápice da contemplação das artes, Minas projeta intenções montanhosas.
Com um dos seleiros mais crescentes e responsáveis pela produção e também pela inspiração da canção e referência nas artes, os novos artistas mineiros estão além de sua criação. Avante na vanguarda, seus novos criadores são os principais impulsionadores de suas obras. Em seus vários panoramas, o contemporâneo é um dos mais fortes atualmente, principalmente na música, onde não nascem apenas bons compositores e músicos, mas também excelentes articuladores em sua defesa e permanência da arte.

Em sua terceira edição, a Mostra Cantautores nos traz o melhor da composição e dos interpretes mineiros e também de outros estados brasileiros que assumem neste projeto sua própria autoria nos palcos. Idealizado e gerido pelos também compositores e cantores Jennifer Souza (também da Transmissor) e Luiz Gabriel Lopes (do Graveola e O Lixo Polifônico e Tião Duá), seu propósito é um bálsamo de experiência na música que nasce na composição, sobe aos palcos e depois se transforma em disco registro. Uma cronologia de uma nova geração que chega em sua terceira edição cada vez mais intensa e preservadora da qualidade e arrojo no amadurecimento de suas composições.

São mais de 30 artistas e muitos articuladores apontando diversas direções para a música brasileira, embora o ponto de partida seja as Minas Gerais, o que dá todo o charme ao que nasce como arte em nosso país.

Não é preciso ir muito além para decorrer sobre o precioso da nova geração de cantautores que já são referência nessa amostragem da música contemporânea brasileira. Visualizando a curadoria de cada edição lançada aqui, hoje, na musicoteca, é possível identificar artistas já conhecidos e reconhecidos e sem titubear: pesquisar ainda mais sobre os novos que você ainda não tenha ouvido cantar. Não vamos decorrer sobre nomes e surpresas dessa trilogia. Ela é uma história de personagens que já não são mais coadjuvantes na musicalidade de um novo tempo. É de se descobrir e de se entender porque cada um deles também abraçaram esse registro histórico para os novos experimentadores da boa arte.

Que venham mais 4, 5, 6 e infinitas (quem dera) edições.

Saiba mais:
Site da Mostra Cantautores
Facebook da Mostra Cantautores
SoundCloud da Mostra Cantautores
Twitter da @MostraCantautor
Youtube da Mostra Cantautores

Ficha técnica e concepção do Projeto Mostra Cantautores:
Idealização e curadoria: Jennifer Souza e Luiz Gabriel Lopes
Direção artística: Jennifer Souza e Luiz Gabriel Lopes
Arte gráfica: Coisa Amarela
Produção audiovisual: Apiário
Produção musical: Estúdio Frango no Bafo
Assessoria de imprensa: A Dupla Informação

Mostra Cantautores Coletânea 3 – 2014
Cantautores-V3
1. Gogoame – Sara Não Tem Nome
2. O dono do bar perde a freguesia – Pedro Carneiro
3. Águas – Raphael Sales
4. Melhor referência – Dé Lucas
5. Nua forma crua – Irene Bertachini
6. Sonho – Frederico Heliodoro
7. Para repetir – Pedro Morais
8. Noturno – Marcos Braccini
9. Óculos de grau – Érika Machado
10. A luz é como a água – Flávio Henrique
11. Quando o corpo pede pausa – Laura Lopes
12. Grego – Vitor Santana

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: Mostra Cantautores - Coletânea Volume 3 - 2014
Adicionado: 13/11/2014
Baixado: 3198 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.

Mostra Cantautores Coletânea 2 – 2013
Cantautores-V2
1. Herói – César Lacerda
2. Peso de um sopro no ar – José Luis Braga
3. Livre – Antonio Loureiro
4. Miles de Años – Edgardo Cardozo
5. Twiblons – Luiza Brina
6. Acaso – Leo Cavalcanti
7. Essa não é – Rafael Macedo
8. Purification – Paim
9. The Judgement – Rafael Ludicanti
10. Só distração – Leonardo Marques
11. O que ser é – Kiko Klaus
12. Transeunte – Makely Ka
13. Estrela Natal – Sérgio Pererê

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: Mostra Cantautores - Coletânea Volume 2 - 2013
Adicionado: 13/11/2014
Baixado: 2036 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.

Mostra Cantautores Coletânea 1 – 2012
Cantautores-V1
1. Enquanto pisco – Luiz Gabriel Lopes
2. O princípio da incerteza – Kristoff Silva
3. Num papel guardanapo – Gustavito
4. Fotografia – Flavio Tris
5. Canção da voz – Rafael Martini
6. Macaxeira fields – Alexandre Andrés
7. Cedo ou tarde – Jennifer Souza
8. Anterior – Pablo Castro
9. Se jogar palavras – Thiago Corrêa
10. Daqui – Thiago Sá
11. Antes do silêncio – Thiakov
12. Fazer soar – Rafael Pimenta

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: Mostra Cantautores - Coletânea Volume 1 - 2012
Adicionado: 13/11/2014
Baixado: 1952 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.

Versos Que Compomos Na Estrada

Versos-musicoteca

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Nas estradas da canção por uma música elegantemente simples.
Com um violão da década de 40 e duas almas florescendo suas composições na maturação de um tocante minimalismo poético, Lívia Humaire e Markus Thomas resgatam a origem da canção com composições autorais para um repertório que deixa lastro de histórias e verdades de um recomeço que se não garantir o sucesso, garante a integridade do amor e da arte.

Sem as mirabolantes inserções de elementos que roubam o silêncio, Versos Que Compomos Na Estrada estabelece a coerência da organicidade de suas músicas. Consciente de seus pilares, a seguridade de sua qualidade é firmada na poesia, no silêncio, no toque do violão ao nascer de cada faixa por onde passaram e fizeram histórias. São lugares, sensações, passagens e pessoas transitando na atmosfera do conforto e da paz.

É preciso um mínimo de delicadeza e trato para experimentar o novo proposto nesta obra. Um resgate da canção e das relações de sua estrutura que hoje se perde em meio tantas obrigações de mutações, normalmente distorcendo seu lado origem ou seu lado música.

Com concepção gráfica minha e a ilustre arte de Pedro Gabriel (Eu Me Chamo Antônio), que abraçou o projeto ainda em sua origem e toda a gestação de intercâmbio e movimento de transformação da experiência à poesia.

Disco-Mostra

Um disco para ouvir, compartilhar, sentir, abrir, descobrir, tocar, visualizar… Como a natureza de quem cria nos sugere… Além do campo virtual, Versos reune arte, canção e um campo amplo para se soltar ou reunir suas inspirações numa estrada de encontros entre um momento bem particular de uma parcela dessa geração que começa hoje.

Para sempre Versos Que Compomos Na Estrada.

Ficha Técnica do álbum Versos Que Compomos na Estrada
Produção: Daniel Altman
Captação, Edição, Mixagem e Masterização: Carlos Kk Akamine
Voz: Lívia Humaire
Voz e Violão: Markus Thomas
Estúdio: Cachuera
Composições:Versos Que Compomos Na Estrada
Concepção Artística gráfica: Web Mota
Arte e Capa: Pedro Gabriel (Eu Me Chamo Antônio)
Foto do post: Nestor Jr.

Saiba mais:
Site do Versos (Baixe livre lá também, Xuxu!)
Facebook do Versos
Youtube do Versos
Instagram do Versos
SoundoCloud do Versos

Versos Que Compomos Na Estrada – 2014
Capa-Versos-musicoteca
1. O Poeta
2. Deixe como está
3. Mães Filhas
4. Que nem Kalu
5. Céu de cimento e cal
6. Ana de cantar
7. Cama como linho e sol
8. Tempo

http://www.amusicoteca.com.br/wp-content/plugins/downloads-manager/img/icons/default.png Download: Versos Que Compomos Na Estrada - Versos Que Compomos Na Estrada - 2014
Adicionado: 11/11/2014
Baixado: 5527 vezes
Aviso: Todas as obras disponibilizadas e distribuidas neste site são gratuitas e autorizadas por seus autores.